Entenda qual o melhor sistema PDV para usar na sua loja

No artigo de hoje você vai entender o que um sistema PDV bom de verdade precisa ter para atender as necessidades da sua loja.

Para isso, o primeiro passo é entender o que realmente é um sistema PDV.

Ele, nada mais é, que um Sistema de Ponto de Venda.

O PDV é um software muito utilizado entre os comerciantes para auxiliar no processo de vendas

Assim, o PDV vai permitir a emissão de documentos fiscais, tudo funcionando integrado à gestão financeira da loja. 

Por isso, ele consegue estar ligado a diferentes setores da empresa, indo desde o departamento de vendas até o ato final da compra do consumidor.

Com isso, podemos dizer que o PDV é a ponte entre a marca e o consumidor. 

Dessa forma, o papel do sistema PDV que você escolher para sua loja é, principalmente, de potencializar os lucros da loja e aumentar a receita. 

Agora, depois de ter aprendido o que é PDV, você já pode entender o que um bom sistema precisa para funcionar bem. 

Continue a leitura para conferir as dicas sobre PDV.

Integrar setores 

Entre as principais funções que um PDV precisa ter, está a função de integrar os setores da loja ou empresa. 

Isso quer dizer que ele deve servir como um elo de ligação entre os departamentos, facilitando e encurtando processos.

Um bom exemplo disso é o Frente de Caixa integrada à etiquetagem de produtos. 

Ele vai servir para vários negócios, permitindo que a compra seja feita sem que o cliente e o vendedor tenham um contato direto.

Quando ele é aliado ao sistema PDV, a praticidade no processo de compra e venda aumenta. 

Com isso, o processo de leitura de código de barras é feito automaticamente, pois está diretamente ligado a etiquetas criadas anteriormente na ferramenta.

Emitir notas e cupons fiscais

Outra função que um bom PDV precisa possuir é a de gerar cupons e notas fiscais de maneira prática e rápida. 

Isso quer dizer que essa emissão de documentos deve ocorrer de maneira automática.

Tudo isso seguindo as leis fiscais federais e também de cada estado brasileiro. 

Por isso, o sistema PDV precisa estar homologado com Emissor de Cupom Fiscal (ECF), Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) e Software de Autenticação e Transmissão de Cupons Fiscais Eletrônicos (SAT-CF-e). 

Essa homologação evita que a empresa possa ter problemas com a declaração de faturamento e ser autuada pelo Fisco.

Como escolher o melhor sistema PDV

Controle Financeiro e Economia

Quando uma empresa de varejo utiliza um sistema PDV próprio, ela consegue economizar os gastos com o processo de venda e registro de venda 

Isso quer dizer que ela vai precisar de menos funcionários para o processo e até mesmo otimizar o tempo para a equipe focar em estratégia. 

Sem falar que ao utilizar um software de PDV, você permite um melhor controle financeiro ao registrar as entradas e saídas do caixa, já que pode ajustar as formas de pagamento podem ser feitas, por exemplo, à vista ou a prazo.

Assim, você consegue controlar o fluxo de caixa de maneira mais coerente e detalhada e garantir que a empresa cumpra o planejamento financeiro desenhado.

Gerenciamento de Estoque

Uma das vantagens de utilizar o sistema PDV é conseguir fazer boa gestão financeira da sua empresa

E, para isso, é necessário criar um processo de acompanhamento do estoque de produtos. 

Ou seja, você precisa usar um sistema PDV para acompanhar o estoque da sua loja de maneira mais rápida e organizada. 

Quando não existiam softwares de PDV, todo esse processo era feito manualmente e em planilha de excel, o que dava bastante trabalho e gastava muito tempo. 

Com o surgimento do sistema PDV, os registros de entrada e saída do estoque são feitos em tempo real, então você evita erros e desperdícios.

Isso tudo, porque você consegue saber exatamente quando deve comprar novos produtos ou não. 

Como também quais produtos saem mais e você precisa aumentar o estoque no mês seguinte. 

Frente de Caixa

O Frente de Caixa é um dos destaques de um bom PDV. Ele serve para vários negócios e permite que a compra seja feita sem que o cliente e o vendedor tenham contato direto.

Quando ele vem aliado ao sistema PDV, a praticidade no processo de compra e venda aumenta. 

Dessa forma, o processo de leitura de código de barras é feito automaticamente, pois está diretamente ligado a etiquetas criadas anteriormente na ferramenta.

Isso permite que os produtos vendidos sejam registrados automaticamente no sistema, o que ajuda no fechamento do caixa e no controle do estoque. 

Conclusão

Agora que você já sabe como escolher um bom sistema PDV para sua loja, você já pode escolher o seu. 

No mercado existem alguns sistemas disponíveis, um deles é o Flow pdv.

Ele é o sistema de controle de estoque e vendas que vai revolucionar a forma como você faz a gestão da sua loja

Gostou do artigo? Deixe sua opinião ou sugestão nos comentários.

Isabela de Meneses

Analista de Conteúdo na Celero, graduada em Comunicação Social com Bacharelado em Jornalismo pela UFPI, especialista em Gestão de Marketing pela UP e apaixonada por estratégias de conteúdo digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow Me