Marketing é despesa ou investimento para sua empresa?

A pergunta que não quer calar: marketing é despesa ou investimento?

A resposta para essa pergunta pode parecer confusa, afinal, quando explicamos a diferença entre custos e despesas aqui no nosso blog, podemos perceber que, teoricamente, a área de marketing se encaixa nas despesas de um negócio.

Porém, neste novo conteúdo da série de organização financeira, vamos te explicar o motivo pelo qual é tão importante investir em marketing, mesmo quando as vendas não andam lá tão bem assim.

Contudo, é importante ressaltar que investir em estratégias de marketing é uma decisão arriscada, principalmente porque é necessário um planejamento que pode gerar resultado a curto, médio e longo prazo.

Além disso, vale lembrar que essas estratégias podem servir para conseguir novos clientes ou desenvolver melhor o relacionamento com os clientes atuais, dependendo do formato do seu negócio.

marketing bem planejado e aplicado com eficiência é um investimento que garante vendas e novos clientes. Para isso o planejamento é fundamental para a aplicação das estratégias corretamente. Um profissional da área pode ajudar nisso.

O que é preciso para investir em marketing?

Antes de tudo: planejamento! Só assim você terá uma ideia melhor se marketing é despesa ou investimento.

Marketing, como grande parte dos empresários imagina, não é só publicidade e propaganda. Ele envolve a identificação das necessidades e desejos do público-alvo, a criação e entrega de valor para satisfazê-lo, além disso, ele ajuda a definir, medir e quantificar a dimensão do mercado e o potencial lucro da empresa.

Por isso, é importante perceber que as ferramentas do marketing podem ser aplicadas nas mais diversas necessidades do negócio. Dessa forma, antes de decidir colocar uma campanha publicitária para rodar, precisamos conhecer o público e o mercado, entender o quanto o produto ou serviço ofertado é interessante para ele, definir objetivos e quantificar os resultados com frequência.

Quais são as despesas do marketing?

Entre as mais diversas categorias de despesas que o marketing contempla, vamos citar algumas que podem ser interessantes para obter resultados mais assertivos, como por exemplo:

Comunicação

Primeiramente, a comunicação. Aqui estão todos os gastos com propaganda (comercial de TV, folder, outdoor, rádio, jornal, placas), eventos, promoção de venda, assessoria de imprensa, patrocínio de atividades, entre outras.

Pesquisas de marketing

Em segundo lugar, tenha em mente as pesquisas, elas são os gastos com pesquisa de tendências, de mercado, testes de marketing, entrevistas com os consumidores, etc.

Vendas

Gastos que envolvem recrutamento bem como seleção, contratação, treinamento e desenvolvimento de representante de vendas, comissões sobre vendas, atividades pré e pós-venda e todos os materiais específicos desse tema.

Desenvolvimento de produtos

Valores utilizados para investir em nova tecnologia, em testes e desenvolvimento de melhorias nos produtos ofertados, com o intuito de criar de novos produtos que podem agregar ao portfólio da empresa.

Serviço aos clientes

Desde o suporte, reparo, assistência técnica, troca ou devolução dos produtos, até o serviço de atendimento às dúvidas e reclamações dos clientes.

Distribuição

Todos os gastos com armazenamento, estocagem, frete e transporte. Além disso, essas despesas também contemplam a segurança dos produtos armazenados e enviados.

Administração de marketing

Salário, benefícios e treinamento dos funcionários dessa área, material de consumo e equipamentos (móveis, eletrônicos e softwares), viagens e deslocamento. Gastos como energia, luz, água e segurança do marketing também se enquadram aqui.

Vantagens de investir em marketing

Parecem muitos itens para se colocar na conta, certo? Mas nós garantimos que, se bem planejado e estruturado, o marketing é um grande investimento para uma empresa.

Quando planejamos e concentramos esforços, os resultados financeiros da empresa naturalmente melhoram, afinal, manter o público engajado faz com que a empresa possa desenvolver ainda mais o contato entre cliente e marca, garantindo um relacionamento forte e duradouro.  

Depois disso, é possível partir para a conquista de novos clientes, que significa vender mais e, consequentemente, ganhar mais dinheiro.

Como continuar investindo?

Agora que você já pode perceber a quantidade de gastos que podem ser considerados sobre o marketing, não vai gastar seu dinheiro sem ao menos investir um tempo para planejar as principais ações, não é mesmo? Para te ajudar, listamos abaixo algumas dicas simples que você não pode deixar de lado ao investir em marketing.

1. Conheça o perfil do público-alvo ideal para saber para quem você quer aparecer, ou quem você quer agradar e direcione a verba para os canais que vão atrair este público.

2. Mantenha registros e faça análises de forma frequente.

3. Recomece, faça testes controlados, avalie e se necessário cancele os gastos de um canal para apostar em outro.

4. Invista no relacionamento com o seu atual cliente, afinal, manter um cliente atual é mais fácil e barato do que conquistar novos.

5. Conte com parceiros que te ajudem a organizar e planejar seus gastos para que, no final das contas, você e sua empresa tenham apenas sucesso.

Em resumo, esperamos que esse artigo tenha te ajudado a entender melhor se marketing é despesa ou investimento.

Sobre a Celero

Oferecemos recursos de um sistema de gestão de alta tecnologia e a capacidade técnica de especialistas da área financeira que acompanham as rotinas diárias de seu negócio. Garantimos que você, empreendedor, tenha mais tempo para se dedicar à atividade chave do negócio para construir a melhor estratégia possível para sua empresa.


Marina Wedderhoff

Atua como Head of Marketing na Celero, é pós-graduada em Marketing e possui experiência no desenvolvimento de estratégias mercadológicas para aquisição de clientes.

Follow Me