Planilha fluxo de caixa mensal, o que é, por que fazer, como fazer?

Planilha fluxo de caixa mensal, o que é, por que fazer, como fazer?

Para entender como fazer a planilha de fluxo de caixa mensal da sua empresa, é necessário conhecer e seguir alguns passos. O primeiro deles é relacionar todas as suas contas, classificando entre custos e despesas, além das suas receitas.

Receitas são tudo que a empresa recebeu ou ainda vai receber. Para saber como fazer esse fluxo de caixa mensal, você precisa conhecer e realizar alguns passos.  

Outro passo importante é listar as informações com todas as suas datas e, no final das contas, conciliar com as movimentações do dinheiro da sua empresa no banco. Dessa forma, você consegue acompanhar as movimentações desse fluxo de caixa.

A seguir você confere o que é fluxo de caixa mensal e como fazer essa planilha que pode ajudar a garantir a saúde financeira do seu negócio. 

O que é fluxo de caixa mensal?

Antes de falarmos sobre a importância dessa ferramenta de controle financeiro é fundamental que você entenda o que significa esse termo. O fluxo de caixa é um instrumento que apresenta o resultado financeiro da empresa e faz a relação entre tudo o que foi pago e recebido. 

Ele vai permitir que os responsáveis pelo negócio ou pelo financeiro analisem a movimentação financeira da empresa de acordo com o período definido, gerando assim um relatório das entradas e saídas de dinheiro da empresa.

De forma simples, nele são listadas todas as entradas e todas as saídas, o saldo inicial Assim, o que sobrou de tudo isso depois do exercício do mês ou do período analisado, isso é o que chamamos de fluxo de caixa.

Por que fazer o fluxo de caixa mensal?

O fluxo de caixa mensal é o espelho dos resultados financeiros da sua empresa do mês, ou seja, dos últimos 30 dias. Por isso mantê-lo atualizado com frequência garante vantagens que fazem toda a diferença para manter seu negócio ainda mais competitivo no mercado.

Ele vai ajudar na tomada de decisões mais rápidas e coerentes quando acontece algum problema de falta de dinheiro na empresa, seja por algum gasto inesperado ou um pagamento que atrasou. 

Também possibilita a visualização, dentro desse período específico, mostrando quais são os melhores e piores momentos da empresa. A partir disso, é importante entender os motivos e analisar o que pode ser mudado, como a realização de liquidações ou investimento em campanhas de marketing, em alguns casos. 

Avaliar a estratégia do seu negócio

Essa prática de controle financeiro, permite que seus negócios se mantenham competitivos no mercado, assim quando ela é desenvolvida, se torna possível tomar decisões mais estratégicas em menos tempo e com maior chance de assertividade.

Tomar decisões mais assertivas

Com essa visão geral, também é possível avaliar a capacidade de pagar contas antecipadamente, garantindo algum tipo de desconto, ou então qual é o seu plano financeiro a curto, médio e longo prazo, antes de assumir qualquer tipo de compromisso.

Planejar com base em informações

O fluxo de caixa mensal te permite acompanhar tudo o que aconteceu com as finanças da empresa nos 30 dias passados. Ele vai garantir que as análises financeiras de médio a longo prazo sejam feitas de maneira coerente, te ajudando na hora de fazer um planejamento financeiro para o mês seguinte.

Como fazer fluxo de caixa mensal?

O fluxo de caixa mensal da empresa pode ser feito em uma planilha, em um sistema, aplicativo de celular ou até em uma folha de papel.

Essa escolha cabe à empresa ou ao responsável financeiro, que deve decidir a forma que seja mais confortável e faça mais sentido para o cenário do negócio. 

De qualquer maneira, são recomendados alguns passos para que o fluxo de caixa seja acompanhado da melhor maneira.

Por isso, para fazê-lo você precisa especificar as movimentações financeiras a seguir: 

Saídas

O controle das saídas mensais do fluxo de caixa de uma empresa é imprescindível para manter a saúde financeira da sua empresa. As saídas representam dinheiro que sai do caixa do negócio. 

Por isso possuir uma planilha ou sistema de gestão financeira garante que essas saídas sejam categorizadas e evita desperdícios ou gastos desnecessários para a empresa em questão. 

Entradas

Já quando falamos nas entradas de uma empresa, significa o dinheiro que entra no caixa, envolvendo desde pagamentos de clientes ou investimentos externos. Dessa forma, o controle desse fluxo é tão importante quanto do fluxo de saída. 

As entradas garantem que o negócio tenha dinheiro em caixa e possa cumprir com seus deveres, como pagamento de funcionários e fornecedores, por exemplo. 

Resultado do período

Os resultados do período representam os números e dados de entradas e saídas referentes ao mês que é analisado em questão. Esses resultados permitem decisões mais estratégicas e assertivas pela empresa. Esses números guiam os próximos passos para o mês seguinte, por exemplo. 

Planilha fluxo de caixa mensal

Antes de mais nada, para começar, você precisa criar uma planilha no excel, se você quiser usar a planilha do Google ou modelo pronto, não tem problema, o que for melhor para você.

Após criar um novo arquivo, em seguida insira o mês e o ano que você quer avaliar. 

Veja a imagem abaixo:

Use os campos da planilha para preencher todos seus recebimentos e gastos como, por exemplo, as imagens abaixo.

Primeiro print de planilha de excel para fluxo de caixa

Recebimentos mensal

Segundo print de planilha de excel para fluxo de caixa

Gasto mensal

Uma informação importante: os dados que aparecem nas imagens acima são só para ilustrar, você deve preencher com os números da sua empresa.

Depois você vai precisar calcular o “Resultado Fixo” e para chegar ao resultado você vai precisar fazer uma conta de subtração, ou seja, calcular os “Recebimentos Fixos” menos os “Gastos Fixos”.

Assim como a imagem abaixo:

Terceiro print de planilha de excel para fluxo de caixa

Resultado fixo

E por outro lado, você também vai precisar calcular o “Resultado Variável”, outra conta de subtração que é “Recebimentos Variáveis” menos “Gastos Variáveis”, dê uma olhada nessa outra imagem abaixo.

Quarto print de planilha de excel para fluxo de caixa

Resultado variável

Dessa forma você conseguirá fazer uma análise do seu fluxo de caixa todo mês. E aí, gostou de aprender como se faz uma planilha no excel.

Mas, para facilitar sua vida, você não precisa criar uma planilha de excel para o seu fluxo de caixa mensal do zero.

Basta baixar o template que criamos clicando no banner abaixo para começar a usar: 

Depois de baixar é só começar a usar na sua realidade empresarial.

3 dicas para fazer o fluxo de caixa mensal

1. Liste e classifique seus gatos 

Essa prática é fundamental justamente para o ponto citado anteriormente, já que para atualizar o fluxo é necessário ter todas as entradas e saídas registradas.

Ao fazer isso, também é importante indicar a origem e a data dessas receitas que você está registrando. Uma boa forma de identificar as receitas é separando essas receitas em previsto e realizado. 

2. Use um sistema de gestão financeira 

Atualmente, ainda existem gestores e empresários que não confiam na funcionalidade da Inteligência Artificial. Mesmo ela sendo uma grande aliada para ajudar na gestão financeira das empresas, esse é um erro que você não deve cometer.

A tecnologia facilita a análise de dados financeiros, de maneira segura e evitando erros que os seres humanos poderiam cometer. Por exemplo, a automação financeira controla várias operações do departamento financeiro ao mesmo tempo. 

Sem falar, que existem no mercado softwares de gestão financeira para pequenas e médias empresas. Um deles é o Celero, que permite automatizar toda a gestão financeira do seu negócio, agendar pagamento e ainda ter acesso a relatórios das suas finanças.

3. Mantenha o fluxo de caixa atualizado 

De uma maneira simples, o Fluxo de Caixa é o espelho das finanças da sua empresa. Isso quer dizer que ele reflete os resultados financeiros, positivos ou negativos. Por isso é tão importante mantê-lo atualizado com a maior frequência possível. 

Essa prática permite que seus negócios se mantenham competitivos no mercado. Quando isso é feito, se torna possível tomar decisões mais estratégicas em menos tempo e com maior chance de assertividade.

Conclusão

Agora que você já entendeu como uma planilha de fluxo de caixa mensal pode ajudar na gestão financeira da sua empresa, já pode começar a usar essa ferramenta na rotina da sua empresa. 

Toda semana você confere conteúdos exclusivos aqui no blog da Celero sobre finanças e gestão empresarial. Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais e deixe sua opinião ou sugestão nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *