5 ferramentas de gestão financeira que você deve usar

Nós sabemos que gerenciar o setor financeiro de uma empresa não é fácil, se você está no processo de organizar a casa, então, você precisa conhecer as principais ferramentas de gestão financeira que vão facilitar a sua vida.

E neste artigo você vai conhecer as 5 opções de ferramentas para gestão financeira que listamos para você. Está preparado(a) para descobrir quais ferramentas podem facilitar a sua vida?

Se sim, bora lá e leia esse artigo até o final 😁

Quando a gente começa a organizar o setor financeiro a única coisa que queremos é arrumar a casa o mais rápido possível, é comum a pergunta abaixo surgir:

  • Contratar uma consultoria financeira ou terceirizar o setor financeiro?

Eis a questão! A verdade que poucos comentam é que elas podem andar juntas e quando uma empresa está passando por dificuldades financeiras toda ajuda é bem-vinda.

Mas é importante que você saiba que cada uma delas tem suas vantagens e características, tudo depende das suas necessidade e do tempo que você está disposto(a) a investir nessa organização.

Você realmente quer ter mais conhecimento sobre gestão financeira ou você apenas quer entender como as rotinas financeiras funcionam e delegar as tarefas?

Independente de qual for a sua escolha, o importante é saber quais as principais ferramentas de gestão financeira você deve ficar de olho para poder usar.

Antes de você sair assinando todas as ferramentas que você encontra no Google, contratar alguma consultoria ou terceirizar o seu setor financeiro, calma! Tudo isso pode andar de mãos dadas e garantir que a sua gestão financeira seja feita com qualidade.

Antes de escolher a ferramenta de gestão financeira certa…

Saber quais ferramentas de gestão financeira usar é importante, mas vamos falar um pouco das outras opções que você pode encontrar a sua disposição no mercado?

Consultoria financeira é mesmo uma boa opção?

É uma pergunta que você tem que levar em consideração… mesmo 🤔

Antes de entrarmos de vez nas ferramentas de gestão financeira, vamos falar melhor sobre as opções que você tem administrar melhor o seu setor financeiro.

Se você for contratar uma consultoria, você tem que levar em consideração a curva de aprendizado que você vai ter.

E isso é diferente de uma pessoa para outra porque os seus funcionários também terão que entrar na dança para absorver algumas mudanças que podem acontecer.

Sabe qual é o meu problema com consultorias? Papo vai e papo vem e geralmente os projetos não costumam sair do papel por “N” motivos.

A empresa não compra a ideia, faltou algum recurso, o timing não era o certo, os funcionários não estão afim de mudar.

Ou até mesmo o dono da empresa não está afim, enfim, trocentas razões podem influenciar a decisão de levar o projeto para frente ou não.

E outra coisa muito importante: consultorias costumam custar caro, muitooo caro mesmo.

Então, se você resolver investir na contratação de uma, leve em consideração os pontos que eu mencionei acima para você não jogar dinheiro fora, beleza?

E a terceirização do setor, é uma boa ideia?

Sim, até pode ser já que os seus colaboradores não precisam, digamos, separar um tempo do seu dia para aprender alguma coisa nova.

E na prática, a terceirização vai assumir toda a rotina financeira que era um “problema” para você ou para alguém da sua equipe de funcionários.

E que, ao mesmo tempo, consegue alinhar o gerenciamento da contabilidade com o plano estratégico do seu negócio.

Na real, o objetivo da terceirização é tirar a sua atenção de tarefas que você não tem as habilidades necessárias para fazer e não quer aprender.

E tem dinheiro para investir em pessoas que têm todo o conhecimento necessário para colocar a mão na massa por você.

Sem falar que hoje também existe inteligência artificial e machine learning que é uma forma de terceirização financeira totalmente automatizada.

Elas podem emitir boletos e notas fiscais, agendar o pagamento de contas, fazer projeção de fluxo de caixa e relatórios financeiros em tempo real.

Enfim, podem fazer muita coisa.

Se as características da terceirização do setor financeiro se encaixam no seu perfil e na sua realidade financeira, vai fundo, com certeza será uma boa opção para a sua empresa.

Agora, vamos para o que interessa…

5 principais ferramentas de gestão financeira
Conheça as principais ferramentas de gestão financeira

As 5 principais ferramentas de gestão financeira para a sua empresa

Ser empresário não é fácil, não é mesmo? Você tem que desenvolver algumas habilidades como dedicação, comprometimento e paciência e tem que buscar constantemente por conhecimento.

É tanta coisa para fazer que é normal deixar algumas coisas de lado como, por exemplo, o cuidado com o setor financeiro. É por isso que toda ajuda externa para organizar a casa é bem-vinda.

Principalmente ferramentas que podem agilizar o processo e deixar tudo mais simples, as que mais costumam ajudar no controle e na gestão financeira de empresas são sites, aplicativos e softwares.

Essas ferramentas de gestão financeira possuem atalhos e fórmulas simples que são fundamentais para uma gestão bem feita.

Mas chega de papo furado, é hora de você conhecer as 5 principais ferramentas de gestão financeira que eu separei e que você pode começar a usar o hoje mesmo na sua empresa.

1) Fluxo de caixa

Ah o fluxo de caixa, o coração de toda empresa, ele é o responsável por mostrar para você cada centavo que entra e que sai do setor financeiro.

E tudo o que você precisa para fazer a análise do seu fluxo de caixa é uma simples planilha no excel ou no google planilhas.

Nela você vai concentrar informações como custos e despesas e também toda receita, ou seja, o dinheiro que você vai receber.

É importante que você não esqueça de colocar as datas das respectivas despesas, custos e recebimentos e também não esqueça de conciliar essas informações com as movimentações bancárias da sua conta empresarial.

Com apenas uma planilha você consegue ter um panorama do que está acontecendo no setor financeiro da sua empresa e descobrir onde podem estar possíveis gargalos que precisam ser resolvidos.

Se você não sabe como começar a fazer a planilha para as finanças da sua empresa, você tem duas opções.

1) pesquisar no google por modelos que você adaptar para o seu dia-a-dia ou…

2) você pode clicar aqui e baixar de graça um modelo que criamos para ajudar empresários como você.

A escolha é sua e enquanto você decide, nós já podemos falar de outra opção de ferramenta de gestão financeira, os demonstrativos financeiros de exercício.

Planilhas são ferramentas de gestão financeira muito comuns
As planilhas são muito comuns na gestão financeira

2) Conheça o DRE

Demonstrativos financeiros de exercício, nome chique e complicado para DRE.

Se você nunca ouviu falar no DRE, é bom ficar atento(a) porque ele é um relatório obrigatório desde 1976 e deve ser entregue anualmente.

O DRE também é uma ferramenta usada pelas empresas para entenderem de forma geral como está a sua situação financeira.

Geralmente, o responsável por gerar este relatório é o contador da empresa e ele deve conter informações como o lucro líquido ou prejuízo (espero que você passe longe disso), considerar os gastos e despesas da empresa.

Esses números não devem considerar os custos com a produção do produto vendido ou a entrega do serviço oferecido dentro do período que foi definido para ser analisado.

Basicamente, a sua DRE deve conter o valor da sua receita bruta, o valor da sua receita líquida e o seu lucro bruto, é isso.

Agora que você sabe o que é um DRE, você deve estar se perguntando: mas como eu faço para criar o meu?

Bom, se você não paga um contador e não pretende fazer isso tão cedo para ele gerar um relatório para você, a única opção que sobre é: faça você mesmo.

E, de novo, a única coisa que você vai precisar é criar uma planilha no excel ou google.

Mas lembre-se: não faça na mesma planilha do fluxo de caixa, se não você pode se confundir e embaralhar as informações, beleza?

Infelizmente, nós não temos (ainda) um modelo pronto de DRE para dividir com você, mas tenho certeza que com uma breve pesquisa online você vai encontrar um que você possa adaptar e usar.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre DRE, vamos falar sobre cobranças.

3) Sistemas de cobrança

Felizmente, neste artigo nós não vamos falar de empresas e fornecedores que podem cobrar você, mas sim de sistemas que você pode usar para cobrar os seus clientes, o que é melhor ainda hahaha

Há muito tempo que a emissão de boleto deixou de ser uma tarefa manual, agora você pode fazer tudo online, desde a emissão de nota fiscal até saber se alguém está inadimplente.

Tudo de maneira fácil e rápido.

Se você pesquisar online, você vai encontrar algumas opções viáveis, se não me engano, até pelo aplicativo do Nubank.

Onde você consegue gerar boletos de cobrança, mas como o seu caso é profissionalizar de vez, vamos fazer do jeito certo.

Eu tenho duas opções para você, a primeira delas é a Juno.

Uma startup que oferece serviços para você realizar cobranças e pagamentos online e a outra é a plataforma da Celero, é claro.

No vídeo abaixo de 2 minutos, você pode dar uma olhada em como você pode gerar boleto e nota fiscal dentro da nossa plataforma.

Receber o pagamento dos boletinhos é muito bom, muito legal, só que no próximo tópico é tão bom quanto: vendas!

4) Planilha para projeção de vendas

Sim, as vendas fazem parte da gestão financeira das empresas é por isso que é importante tem um controle das transações comerciais que estão acontecendo para você saber de onde está vindo toda a sua geração de receitas.

E uma coisa que você deve ter percebido é que é as principais ferramentas de gestão financeira envolvem muitas planilhas não é mesmo? Hahahaha…

Cada uma tem o seu objetivo, mas com certeza é a melhor forma de organizar a saúde financeira da sua empresa.

O uso de planilhas faz todo o sentido já que tudo o que envolve dinheiro tem algum cálculo que é necessário fazer e no caso de projeção de vendas não é diferente.

Criar uma planilha de projeção de vendas vai ajudar você a ter dados claros e objetivos.

Nela você pode incluir os principais produtos que geram receita além de saber de forma bem clara e real das vendas e o seu valor unitário.

Além de ser uma ferramenta para você ter uma noção da quantidade de vendas realizadas durante um determinado período.

Através dela você também saberá em quais épocas ocorrem picos de vendas e assim traçar uma estratégia mais assertiva.

E finalmente chegamos a última ferramenta dessa lista, está preparado(a) para saber o que falta para o seu setor financeiro deslanchar de vez? Se sim, bora lá…

5) Diagnóstico de Gestão e Operação

Na verdade, o diagnóstico de geração e operação é um processo, então, é bem provável que você precise de vários recursos para usar essa ferramenta de gestão financeira na sua empresa.

Ele funciona como um mapa mental do negócio porque possibilita ao empresário olhar a operação de cima, contemplando todos os detalhes.

É muito recomendado para empresas de pequeno porte, dá a chance de ter acesso a informações em tempo real e tomar decisões de forma rápida e assertiva.

Para ter acesso fácil às informações necessárias para fazer esse diagnóstico eu sugiro que você crie uma pasta.

Ela pode ser no seu computador ou em algum serviço da nuvem como o google drive ou o onedrive, e dentro dessa pasta você coloque todas as planilhas do seu setor financeiro.

Feito isso, é só começar a fazer o diagnóstico financeiro da sua empresa e ver onde é necessário fazer mudanças ou continuar otimizando os processos necessários.

Conclusão sobre as principais ferramentas de gestão financeira

Então é isso, chegamos ao fim da lista com as 5 principais ferramentas de gestão financeira, espero que você tenha gostado e que você adote elas para administrar o seu setor financeiro com mais confiança.

Se você acha que esse artigo pode ajudar outros empresários ou responsáveis pelas finanças de outras empresas, fique a vontade para compartilhar ele nas redes sociais.

O campo de comentários está disponível logo abaixo para você deixar a sua opinião sobre este textos ou dicas de ferramentas de gestão financeira que você usa, mas que não foram citadas aqui.

E por último, mas não menos importante, a plataforma da Celero.

Se você tem o interesse em dedicar apenas algumas horas por mês na gestão do seu setor financeiro, nós podemos ajudar você.

Celero

A Celero é uma empresa que ajuda pequenos & médios empreendedores a descomplicar a rotina do setor financeiro empresarial através de um software para gestão financeira fácil de usar.

3 Comments

  1. C. Consultor de Empresas Reply

    Suas dicas são muito boas, grato por compartilhar seus conhecimentos, adorando. Quando puder visita la nosso site também. Parabéns pelo seu trabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow Me