Estruture um plano de ação e não medidas de emergência

Este artigo sobre estruturar um plano de ação foi produzido pelo Daniel Coelho, Partner & General Director da iOn live e Sportion, cliente da Celero.

O Daniel é diretor geral de agências de eventos esportivos e deu algumas dicas do que fazer durante a pandemia do coronavírus (COVID-19).

Antes de mais nada, as organizadoras de eventos são as mais afetadas durante esse período por causa da quantidade de cancelamentos que estamos vendo por aí.

Com a permissão do Daniel, nós adaptamos o texto para atender agência em geral, elas com certeza também precisam desenvolver um plano de contingência para esse momento difícil.

No entanto, se você quiser ler o artigo original, escrito pelo Daniel, clique aqui que você será direcionado para o texto no Linkedin.

Agora, vamos direto ao assunto.

Veja como definir um plano de ação para a sua empresa


“Apenas”​ os mais vulneráveis estão em risco. O seu “apenas”​ pode ser o tudo de alguém.

Essa foi a frase mais dita nas últimas semanas antes da população (pelo menos a mais esclarecida) perceber a gravidade da situação e se dar conta de que tudo era uma grande balela (além de uma enorme demonstração de egoísmo).

A intenção desse texto não é falar sobre o Coronavírus enquanto doença (se estiver procurando isso, veja este artigo do renomado Tomas Pueyo).

Desde já também não é um ensaio profundo sobre os danos colaterais do vírus na economia que ainda não estamos enxergando (sobre isso, recomendo este baita artigo).

Assim como diversas empresas, as agências iOn e Sportion, teve todos os eventos adiados do dia para a noite. Alguns até cancelados.

Segundo o Daniel, os grupos de WhatsApp com líderes de outras agências diziam o mesmo. O pânico se instalou rapidamente.

O problema do pânico é que ele deixa as pessoas míopes. Paramos de ver com clareza o cenário e passamos a tomar atitudes por impulso.

Assim como Daniel comenta, impulso é bom para jogador da NBA (que também foi adiada, por sinal).

A primeira medida que os sócios da iOn e da Sportion partiram para um plano de ação e não para medidas de emergência.

E as ações que eles tomaram em suas agências de eventos serão compartilhadas logo abaixo, elas foram adaptadas para atender todas as agências de comunicação.

Bora lá…

Como estruturar um plano de ação e ver se casa está em ordem?

Se não estiver, arrume imediatamente. Em breve o Daniel vai postar um outro artigo sobre como tratar esse assunto em agências de forma de exemplificada, então, corre para seguir ele no Linkedin.

Contas a pagar e receber, alongamento de caixa, re-negociações, planos de contingência. Você já tem tudo isso em ordem? Fez uma lista do que é essencial e secundário neste momento de turbulência?

Se você não sabe como dar esse primeiro passo, confira o artigo que publicamos aqui no blog da Celero recente, ele com certeza vai te dar um norte, então clique aqui para saber mais.

Clientes estão perdidos!

Estão todos em Nárnia, revisitando suas estratégias, repensando seus planejamentos, muitas vezes sem sair com uma resposta do que será feito.

Então não espere briefs. Eles não chegarão até você.

É importante ter em mente que todas as empresas estão passando pelo mesmo que você, todo mundo está fazendo o levantamento do fluxo de caixa e priorizando do que é importante.

O setor que envolve comunicação (alô pessoal do marketing) é o primeiro a sofrer com baixa e remanejamentos.

É provável que novos jobs não apareçam tão cedo.

Cuidado com o dinheiro caro

E mesmo que briefings cheguem, serão, por muitas vezes, feitos de forma desesperada, sem estratégia e talvez com uma grande inadimplência por trás.

Tudo que você não precisa agora é se comprometer com ações que não serão pagas depois (seja por falta de efetividade ou capacidade do credor de pagar).

Então, analise bem os briefings que chegarem nesse período e veja a viabilidade de entrar em produção.

É sempre importante ter em mente que não é recomendável aglomerar pessoas no mesmo espaço. E aí, como é que você vai fazer?

A sua equipe tem condições de fazer home office e entregar os projetos no prazo? Pensei bem nos próximos passo em relação a novos jobs.

E o que fazer com isso?

Bom, se os clientes estão perdidos e se o mercado não se mobilizou para dar as respostas para eles, não espere seu telefone tocar ou sua caixa de e-mail apitar.

Agora é a hora de demonstrar claramente o que você pode fazer. Na iOn e Sportion, eles começaram pelos seguintes produtos:

Oferecendo a construção (criativa e estrutural) de materiais de ativação de patrocínios.

Quando os eventos voltarem, eles voltarão com tudo, você estará preparado para estar em vários deles, com qualidade e criatividade.

Nota da Celero: Os pontos acima são muito específicos para a área de eventos esportivos, mas no caso da sua agência você pode montar uma apresentação com cases de sucesso.

Ou uma apresentação dos serviços que a agência oferece e divulgar, o que você acha da ideia? Pode deixar nos comentários o que você achou.

Oferecendo nossa expertise em engajar as pessoas em torno de um evento.

Isso é feito através de canais como Whatsapp, redes sociais, e-mails para criar um Programa Melhoria do Home Office.

Alguns colaboradores estão vivendo esta experiência de trabalho em casa pela primeira vez, eles recebem conteúdos sobre como preparar o ambiente, dividir o tempo entre filhos e tarefas profissionais.

Vídeos regulares das lideranças sobre os passos da empresa, a importância de manter uma rotina para o corpo e mente, etc.

Nota da Celero: você também pode fazer o mesmo com a sua audiência nas redes sociais e com a sua lista de contatos através do e-mail marketing.

Aproveite o momento para gerar engajamento através de conteúdo mostrando os benefícios da área que você atua.

Oferecendo um programa de exercícios ao vivo para que as pessoas possam fazer em casa.

Nota da Celero: essa dica vale para qualquer agência.

Temos muitos mais exemplos e muitas outras ideias ainda estão por vir. Nosso time está focado nisso (ah, você despediu metade das pessoas? Perdeu 50% das ideias que poderia gerar).

Não há dúvida que os próximos meses serão difíceis. Mas também serão os mais inovadores para a nossa indústria.

A crise de 2008, nos Estados Unidos (sem comparar a gravidade dos momentos), fez surgir empresas como AirBnb, Cloudfare, Uber, WhatsApp, Slack, entre outras (veja aqui).

Vamos arregaçar as mangas, cuidar uns dos outros, mostrar que este mercado é capaz de se reinventar e pedir para os clientes uma oportunidade de trazer novas ideias para a mesa.

Não sejamos a indústria vulnerável que alguns estão dispostos a deixar morrer. Afinal, ela é tudo para nós.

Not until we are lost do we begin to understand ourselves.

Henry David Thoreau

Texto original postado no Linkedin do Daniel Coelho – Sócio e Diretor Geral da iOn live e Sportion.


Agradecemos ao Daniel por nos deixar adaptar e compartilhar o seu texto em nosso blog para reforçar boas práticas durante a pandemia do COVID-19.

Esse é mais um conteúdo gratuito sobre gestão financeira durante o coronavírus que você pode compartilhar se achar necessário.

Até o nosso próximo artigo.

Celero

A Celero é uma empresa que ajuda pequenos & médios empreendedores a descomplicar a rotina do setor financeiro empresarial através de um software para gestão financeira fácil de usar.

3 Comments

    1. Ana Augusta Reply

      Oi Roberto, tudo bem?

      Se você tem interesse em conhecer melhor a Celero é só clicar aqui que você vai acessar o nosso site.

      Nele tem um chat onde você pode falar com a nossa equipe e saber sobre a plataforma.

      Até mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow Me