O que é o planejamento financeiro, qual a importância, como fazer e dicas

O que é o planejamento financeiro, qual a importância, como fazer e dicas

Quando falamos em planejamento financeiro, logo vem à mente o ato de se preparar para algo. A ideia é exatamente essa, evitar ser pego de surpresa ou desprevenido.

Assim, realizar esse planejamento significa analisar quais serão os passos que você vai tomar para cuidar das finanças da sua casa ou da sua empresa, por exemplo.

Por isso, no artigo de hoje você confere mais sobre como ter seu próprio planejamento financeiro em diferentes áreas da sua vida.

O que é o planejamento financeiro?

A aplicação de um planejamento financeiro, em qualquer área que seja, profissional ou pessoal, é uma ferramenta de administração financeira, que vai te ajudar a organizar suas finanças, tudo isso com o intuito de realizar determinado objetivo, que pode comprar a casa própria ou expandir sua empresa. 

Planejamento financeiro pessoal

O planejamento financeiro pessoal costuma ser um desafio na vida de muitas pessoas. Uma pesquisa aponta que 58% dos brasileiros não se preocupam em cuidar das próprias finanças, esse dado é da pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) 

Muitas vezes as pessoas têm mais facilidade em lidar com as verbas relacionadas ao trabalho. Mas, essa prática é essencial para alcançar a maioria dos objetivos de cada um. 

Na prática esse planejamento pessoal consiste em definir objetivos e metas financeiras de forma organizada para que suas finanças cumpram determinado propósito. Isso quer dizer, que você precisa saber administrar seus recursos financeiros para realizar sonhos ou objetivos. 

Planejamento financeiro familiar

Já nesse caso, o planejamento consiste em administrar e projetar os gastos e recursos financeiros de uma família, de um grupo de pessoas que fazem parte do mesmo meio familiar, na maioria dos casos, dividindo a mesma casa, por exemplo. 

Dessa forma, a família consegue saber o que deseja alcançar para beneficiar seus membros, de forma controlada e até mesmo educativa para os participantes que serão beneficiados. 

Planejamento financeiro de uma empresa

O planejamento financeiro de uma empresa faz parte do plano de negócios que foi desenhado para ela. Dessa forma, ele deve servir como guia para que o objetivo principal da empresa seja colocado em prática de maneira rentável e lucrativa.

Por isso, o planejamento financeiro deve apresentar o levantamento dos saldos de todas as contas, despesas e previsões de entradas. Como também deve conter a ilustração da realidade financeira da empresa. 

Isso quer dizer que o planejamento financeiro é o “médico” da sua empresa, ele vai ser o responsável por manter a saúde do caixa. Assim, as metas de curto, médio e longo prazo podem ser cumpridas sem muitas surpresas ou obstáculos inesperados.

Qual a importância de um planejamento financeiro?

Você pode estar se perguntando porque é tão importante realizar um planejamento financeiro. A resposta é simples, com o planejamento as chances de alcançar determinado objetivo se torna bem maior e mais prática. 

Essa prática vai te permitir identificar com antecedência possíveis dificuldades no caminho e realizar projeções, por exemplo de quanto vai ser necessário para comprar um carro novo ou para comprar novos equipamentos para sua empresa ou loja. 

Assim, você consegue desenvolver um plano prático e estratégico para conquistar suas necessidades ou anseios. Isso permite que você invista tempo e esforço em ações que realmente vão te ajudar a organizar suas finanças para cumprir metas financeiras. 

Como fazer um planejamento financeiro?

1. organize as contas

A organização é a chave do sucesso de qualquer tipo de planejamento, ainda mais ligado a finanças. Você ter separado e classificadas suas contas e gastos, boletos e notas fiscais já é um passo importante para organizar suas finanças. 

Outra forma de organização é definir os dias de pagamentos das contas para o mesmo período e ter separado quanto você pode gastar com despesas pessoais e quanto com despesas para um objetivo específico.

2. crie uma planilha de planejamento financeiro

As planilhas são grandes aliadas do controle financeiro e consequentemente do planejamento financeiro que permite mais controle. Assim, você desenvolver uma planilha para acompanhar seus gatos e analisá-los é um passo importante e não vai custar caro. Hoje é fácil encontrar modelos intuitivos dando um google.

Aqui na Celero, nós desenvolvemos uma planilha de planejamento que pode ajudar empresários e também pode ser adaptada para a realidade do planejamento financeiro pessoal e familiar. 

O ideal é que você use uma planilha que seja de fácil compreensão e visualização dos seus gastos e projeções. Assim o acompanhamento se torna mais fácil e te ajuda no dia a dia a ter controle sobre suas finanças. 

Você pode baixar a planilha agora:

3. ajuste sua rotina

Para conseguir aplicar seu planejamento financeiro é importante saber  controlar  gastos. Isso inclui acompanhar o orçamento e as movimentações financeiras mensalmente, por exemplo, esse tipo de atitudes são essenciais para isso. 

Muitos ainda utilizam planilhas em excel para fazer esse trabalho e não estão errados, mas hoje já existem soluções financeiras mais práticas e simplificadas, como a Celero, que são capazes de fazer a leitura de documentos em formato de imagens. Isso quer dizer que em alguns cliques, você consegue exportar boletos e contas para dentro do sistema online.

Os dados desses documentos são lidos por meio de inteligência artificial, então são dados exatos e precisos. Como também, os números e comparativos que são gerados são reais e podem guiar os próximos passos da empresa.

Sem falar na vantagem de ter um lugar para registrar todas as finanças, o que vai te permitir visualizar o resultado do planejamento financeiro de forma mais compreensível e estratégica na sua rotina, muitas vezes na palma da mão, com o celular. 

4. estude mais sobre educação financeira

Não precisa ficar assustado, você não vai precisar virar noites estudando ou fazer a matrícula em um curso, a menos que você queira isso. A ideia é que você busque entender mais sobre finanças de maneira intuitiva e didática. 

A internet está cheia de vídeos rápidos com dicas e artigos feitos para te ajudar a aprender sobre finanças. Muitos desses conteúdos são gratuitos e tomam apenas minutos do seu tempo.

O importante é que seja um material confiável, com base e que esteja de acordo com a sua realidade, para que possa entender como essas dicas vão funcionar na prática. 

5. economize

Essa prática pode parecer óbvia, mas muitas pessoas têm muita dificuldade para realizá-la. Economizar não significa se privar de certas coisas, mas sim de gastar de acordo com o que seu orçamento permite, sem fazer novas dívidas ou gastar o que não tem, por exemplo usando cartão de crédito. 

É aquela famosa história de ter limites, economizar vai te permitir ter controle das finanças e alcançar seus objetivos financeiros mais rápido e sem interferir no seu orçamento.

Para ilustrar imagine querer comprar um celular, pois o seu estragou. Você não vai entrar na primeira loja e comprar o celular, você precisa pesquisar em outros lugares, comparar os preços e só depois fazer a escolha pelo melhor custo e benefício. 

6. monitore seu controle financeiro e investimentos

Outro passo importante é manter o controle sobre suas finanças e investimentos. Isso significa que você deve sempre acompanhá-los para analisar se eles estão sendo realizados dentro do orçamento e se estão caminhando de acordo com o planejamento. 

Esse hábito permite que você consiga ajustar sua rotina e seus gastos para alcançar os objetivos definidos. Assim, você pode diminuir gastos, frear certas compras, adiar uma viagem, por exemplo.

7. se adapte a sua condição financeira

Esse é um dos pontos mais importantes para colocar o planejamento em prática. Quando você for realizar um planejamento é importante que ele esteja de acordo com a sua condição financeira, ou seja com sua realidade, o valor da sua verba. 

Uma pessoa que planeja viajar para o exterior, mas não ganha mais que o valor da viagem, precisa entender que deve parcelar essa viagem e pagá-la antes de viajar. Assim, ela não acumula dívidas e consegue ter verba para gastar durante o passeio. 

Esse exemplo vale para tudo, quando você decide comprar um carro, por exemplo. Sem falar que você não deve ter um custo fixo mensal, maior que sua verba mensal, que é seu salário na maioria dos casos. Essas noções são essenciais para viver de acordo com sua realidade financeira. 

Dicas para seguir no planejamento financeiro

Claro que colocar um planejamento financeiro em prática não é uma tarefa fácil, são muitos novos hábitos e adaptações e para tornar essa prática mais fácil de ser realizada, aqui vão algumas dicas: 

Compre apenas o que você precisa

Muitas pessoas são movidas pelas famosas compras emocionais. Essa prática significa que a pessoa não está precisando do produto ou serviço e pode viver tranquilamente sem ele, mas pela emoção do momento ou pelo desejo não conseguem deixar de comprar.

Assim, analisar as necessidades de adquirir algo é tão importante, pois te permite saber se isso não prejudicará seu orçamento ou se você realmente vai conseguir pagar essa compra. 

Pague à vista sempre que possível

Outra dica importante é evitar passar qualquer coisa no cartão de crédito, uma hora a conta vai chegar e você precisa quitá-la. Muitas pessoas possuem um limite de crédito no cartão maior que o próprio salário e não conseguem controlar ou evitar gastos.

Por isso, o cartão de crédito deve ser uma opção para compras que podem ser parceladas, como eletrônicos, por exemplo, sempre com parcelas que caibam no seu orçamento. 

Compare preços

Aqui mesmo neste artigo, eu já citei a importância de comparar preços. Quando você compara, além de descobrir o melhor preço e produto, também consegue negociar a forma de pagamento ou mesmo o preço. Sem falar que existem produtos que variam de preço de uma semana para outra, por isso é legal acompanhar os preços do mercado por um período mais longo, antes de fechar acordo.

O que não fazer no planejamento financeiro?

Da mesma forma que existem coisas que são cruciais para a aplicação de um planejamento financeiro, também existem comportamentos que você deve evitar para não prejudicarem o alcance do seu objetivo principal. 

  1. Não ter um objetivo financeiro
  2. Despesas não caracterizadas
  3. Falta de acompanhamento dos gastos regularmente
  4. Não ter uma reserva de emergência
  5. Manter a reserva de emergência na conta corrente

Esses são alguns dos erros que ao evitar você pode aplicar seu planejamento financeiro de forma mais eficiente. 

Conclusão

Agora que você já aprendeu sobre planejamento financeiro, quais seus tipos e as principais dicas para colocá-lo em prática de acordo com a sua realidade, que tal começar a fazer o seu?

Não esqueça que toda semana você confere conteúdos exclusivos aqui no blog sobre gestão e finanças pessoais e empresariais. Você pode deixar sua opinião ou dica de assunto nos comentários deste artigo. 

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais e com outras pessoas que também precisam dessas dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *