O que é faturamento de uma empresa, para que serve e como calcular?

O que é faturamento de uma empresa, para que serve e como calcular?

O Faturamento da Empresa é a fonte de renda para manter o negócio aberto e funcionando de maneira ideal. Pensando nisso, neste artigo você confere o que é faturamento, como calculá-lo e para que ele serve. 

O que é faturamento de uma empresa?

Faturamento de uma empresa é a soma de todas as vendas ou serviços realizados em um determinado período de tempo. O cálculo para descobrir o faturamento, geralmente, é feito uma vez ao mês, semestralmente ou anualmente.

Para que serve o faturamento de uma empresa?

Na hora de entender a função do faturamento de uma empresa, o primeiro passo é entender que será necessário mensurar a performance de vendas da empresa e entender se os produtos ou serviços estão atraindo o público conforme planejado.

Dessa maneira, o faturamento é essencial para o empresário calcular o lucro conquistado e analisar de forma estratégica a saúde financeira do empreendimento administrado. 

Qual a diferença entre faturamento bruto e faturamento líquido?

Entender a diferença entre o faturamento bruto e o líquido é outro passo muito importante para analisar a saúde financeira de qualquer empresa ou negócio. 

A seguir você confere a definição e a fórmula de calcular cada um deles: 

Faturamento bruto

Faturamento bruto de uma empresa significa à multiplicação do preço do produto ou serviço comercializado multiplicado pelo número de unidades vendidas em determinado período contabilizado: 

Fórmula: Preço do produto X Unidades vendidas do produto 

Quando a empresa trabalha com mais de um produto, o ideal é somar todos os resultados na hora de calcular, assim é possível chegar no faturamento bruto total. 

Faturamento líquido

Faturamento líquido possui uma definição e um cálculo mais complexo. Esse faturamento corresponde ao faturamento bruto da empresa menos as deduções de  vendas e os impostos de cada transação realizada nesse processo.

De maneira prática, o cálculo é o seguinte: 

Faturamento bruto – dedução de vendas – impostos = Faturamento líquido

Desse modo, a principal vantagem de conhecer o faturamento líquido de um empreendimento é ter dados confiáveis e precisos para realizar a gestão financeira do seu negócio.

E qual a diferença entre faturamento e lucro?

Para entender qual a diferença entre faturamento e lucro, a questão é saber que faturamento é todo o montante financeiro que uma empresa gera. Desse modo, a quantia em receita que entra é somada ao faturamento total da empresa. Já quando falamos de lucro, nos referimos ao valor que sobra do faturamento após a subtração de todos os custos, fixos e variáveis do empreendimento em questão. 

Qual a relação entre faturamento e o regime tributário da empresa?

O entendimento da relação entre faturamento e tributos também é essencial para garantir a lucratividade de qualquer negócio. Por isso, a seguir você entende como funciona o regime de tributação para cada tipo de faturamento: 

Simples Nacional

Dentro do Simples Nacional existe um limite de faturamento estabelecido por lei, para o ano atual de 2021, esse limite é de R$4,8 milhões, Com isso, as empresas que escolhem esse regime de tributação podem faturar, em média, R$400 mil por mês este ano.

Lucro Presumido

No caso do Lucro Presumido, segundo a lei, apenas empresas com um teto anual de faturamento de até R$78 milhões são elegíveis para optar por ele.Dessa maneira, empresas com faturamento maior que isso são obrigadas a selecionar a opção de Lucro Real.

Lucro Real

Para o lucro real a adesão é obrigatória quando se tratam de empresas que possuem um faturamento superior a R$78 milhões durante o período de apuração em questão.

Qual a relação entre faturamento e o porte da empresa?

Definir o porte de uma empresa é fundamental para conhecer o tamanho e potencial de crescimento do negócio em questão. Por isso, o faturamento é um dos principais fatores para definir em qual categoria essa empresa se encaixa.

Um dos fatores que complica ainda mais é que o sistema de classificação brasileiro não especifica muito bem e gera muitas dúvidas aos empresários quando vão classificar as empresas entre micro, pequena, média e grande empresa.

Microempreendedor Individual (MEI)

O MEI é um modelo empresarial mais simples e com limite de faturamento de R$81 mil ao ano. Essa modalidade foi criada para simplificar a formalização de indivíduos que trabalham de maneira autônoma. 

Microempresa (ME)

Uma ME representa um pequeno negócio ou a famosa pessoa jurídica (CNPJ). Esse modelo de negócio possui o faturamento bruto anual de até R$360 mil, também pode escolher entre os regimes tributários e de contratação de até 19 colaboradores. 

Empresa de Pequeno Porte (EPP)

O EPP representa empreendimentos com faturamento bruto anual entre R$360 mil e R$3,6 milhões. As empresas que se enquadram nessa nomenclatura, quando não executam uma atividade englobada pela LC 123/2006, podem optar pelo Simples Nacional.

Empresa de médio e grande porte

As empresas de médio porte possuem uma receita bruta anual igual ou superior a R$1,2 milhão e igual ou inferior a R$12 milhões. Já as famosas e tão almejadas grandes empresas têm uma receita bruta anual superior a R$12 milhões.

Quanto é um bom faturamento?

Isso vai depender do tamanho de cada empresa, ou seja, de qual o porte desta empresa. Por isso é tão importante saber identificar esse porte, realizar um planejamento financeiro e fazer uma gestão financeira estratégica. Dessa forma, essa pergunta não possui uma resposta correta, pois deve levar em consideração a realidade de cada negócio e seus objetivos. 

Como faço para calcular o faturamento mensal da minha empresa?

Alguns passos são necessários para calcular o faturamento líquido mensal de uma empresa, mas eles são bem simples: O primeiro passo é subtrair as deduções de vendas e depois os impostos incidentes sobre cada operação do valor referente ao faturamento bruto em um determinado período, o resultado obtido é o faturamento mensal líquido da sua empresa. 

Como administrar o faturamento de uma empresa?

Para administrar o faturamento da empresa de maneira mais estratégica é necessário desenvolver e praticar alguns hábitos, que devem ser incluídos na rotina do empresário. A seguir você confere os principais deles: 

  • Não misture despesas empresariais e pessoais;
  • Negocie com fornecedores antes de assinar um contrato;
  • Pague as contas em dia;
  • Invista em tecnologia: contrate um software de gestão financeira;
  • Acompanhe as movimentações financeiras.

Dicas para melhorar o faturamento de uma empresa

Mantenha o fluxo de caixa atualizado 

O Fluxo de Caixa é o espelho das finanças da sua empresa, ele reflete os resultados financeiros, positivos ou negativos. Por isso é tão importante mantê-lo atualizado com a maior frequência possível. Essa prática permite que seus negócios se mantenham competitivos no mercado e você tenha um faturamento maior. 

Use um sistema de gestão financeira 

A tecnologia facilita a análise de dados financeiros, de maneira segura e evitando erros que os seres humanos poderiam cometer. Por exemplo, a automação financeira controla várias operações do departamento financeiro ao mesmo tempo. 

Sem falar, que existem no mercado softwares de gestão financeira para pequenas e médias empresas. Um deles é o Celero, que te permite automatizar toda a gestão financeira do seu negócio.

Liste e classifique seus gatos 

Essa prática é fundamental justamente para o ponto citado anteriormente, já que para atualizar o fluxo é necessário ter todas as entradas e saídas registradas. Ao fazer isso, também é importante indicar a origem e a data dessas receitas que você está registrando. Uma boa forma de identificar as receitas é separando essas receitas em previsto e realizado. 

Conclusão

Agora que você já entendeu o que é o faturamento de uma empresa e para que ele serve estrategicamente para a saúde financeira do negócio, chegou a hora de colocar as dicas deste artigo em prática na rotina do seu negócio.

Não esqueça que toda semana você confere conteúdos exclusivos sobre gestão financeira aqui no blog. Se você gostou do conteúdo compartilhe nas redes sociais e com amigos que também querem aprender mais sobre faturamento. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *