Educação Financeira: Veja dicas para a sua economia

Educação Financeira: Veja dicas para a sua economia

O foco desse artigo será educação financeira e como você pode desenvolver uma gestão financeira pessoal no seu dia-a-dia. Confira.

Ter as finanças equilibradas e as contas pagas em dia podem parecer coisas simples. Mas, para muitos brasileiros, esses são verdadeiros desafios. Daí a importância das dicas financeiras que vamos oferecer nesse artigo.

De fato, estamos em um país que conta com mais de 60 milhões de inadimplentes.

Embora muitas pessoas tenham entrado para essas estatísticas devido à crise, boa parte delas se enredaram em dívidas impagáveis por falta de controle financeiro.

Com o intuito de falar mais sobre esse assunto, oferecemos algumas dicas certeiras para quem deseja ter uma vida financeira mais saudável e menos preocupações ao fim do mês. Confira!

5 dicas exclusivas de educação financeira

Dicas financeiras #1: a importância do planejamento

Por causa da falta da educação financeira, é comum encontrar pessoas que gastam tudo o que ganham antes de pagar a maioria das despesas do mês.

Nessas contas, podemos incluir tanto as relativas ao consumo de serviços, quanto às parcelas de cartões de crédito. É necessário também pensar nos gastos com alimentação e transporte.

Em outras palavras, é necessário fazer um planejamento financeiro, de maneira a compatibilizar os gastos com a renda.

Somente assim, é possível conseguir um equilíbrio financeiro. Fazer isso é muito simples.

Antes de qualquer coisa, é importante subtrair o valor das despesas fixas e essenciais do valor total da renda.

É necessário também destinar uma quantia para despesas emergenciais. Essa análise pode ser feita com um cálculo simples. Se possível utilize uma planilha para listar todos os gastos do mês e ter um maior controle.

Caneta sobre um pedação de papel branco
5 dicas de educação financeira pessoal

Dicas financeiras #2: faça uso da tecnologia

Nos dias de hoje, a tecnologia pode ser sua grande aliada na organização pessoal.

Hoje em dia existem diversos aplicativos que possuem por objetivo ajudar as pessoas na organização das finanças pessoais e desenvolver um senso de edução financeira.

Por meio deles, é possível realizar um melhor controle, pois ao registrar todos os seus gastos e despesas a serem pagas, fica muito mais fácil de saber para onde o seu dinheiro esta indo e pensar em soluções que te levem a economizar, isso é essencial para se ter uma boa vida financeira.

Dicas financeiras #3: seja paciente para uma educação financeira eficiente

Ser imediatista pode atrapalhar seus planos! Foque nas metas que foram estipulados e busque sempre por formas que facilitem o alcance desse objetivo.

Sendo assim, nunca desanime com deslizes que por ventura podem vir a acontecer, independente disto, continue a seguir o seu planejamento sem deixar que nada te atrapalhe!

Ferramenta de medição segurando moedas de dinheiro ao lado de uma calculadora sobre uma planilha de papel
Educação financeira exige paciência e planejamento

Dicas financeiras #4: fazendo economias

Ao seguir com disciplina um planejamento financeiro bem realizado, você logo verá seu dinheiro sobrar no fim do mês.

Isso não significa que você terá uma quantia para fazer gastos supérfluos. Ao invés disso, faça seu dinheiro trabalhar para você! Faça investimentos!

Isso mesmo. Você pode aplicar os valores restantes da renda mensal em investimentos de renda fixa, os quais são menos arriscados.

Hoje em dia, há aplicações de renda fixa tão acessíveis quanto a poupança.

Algumas fintechs oferecem contas digitais onde o dinheiro depositado passa a render de acordo com a taxa CDI ou até mesmo valores pré-fixados, que são maiores do que a rentabilidade fornecida pela caderneta de poupança.

Dicas financeiras #5: evite as dívidas

Ainda que pareça óbvio, é justamente nesse ponto a maioria dos brasileiros peca quando o assunto é educação financeira.

Na introdução desse artigo, já nos referimos ao alto índice de inadimplência entre os brasileiros.

Sabemos que a vida financeira da maioria da população anda bem difícil, haja vista os altos índices de desemprego e o aumento dos preços de serviços e produtos.

Para piorar, emergências inevitáveis sempre podem surgir em momentos ruins, o que leva à tomada de empréstimos.

Contudo, também sabemos que, muitas vezes, essas dívidas dizem respeito a compras supérfluas e a má administração de gastos com cartão de crédito.

Pois ainda nos dias de hoje é comum encontrarmos pessoas que usam o cartão de forma desenfreada e ficam sem ter como pagar o valor da fatura no final do mês.

Tendo isso em vista as informações prestadas, controle-se! Lembre-se de seu planejamento e não saia da linha! Veja dicas de educação financeira neste site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *