Análise financeira: o que é e como fazer da sua empresa

“O que não pode ser medido, não pode ser gerenciado”. A famosa frase de William Edwards Deming, estatístico, consultor, conferencista e professor norte-americano, representa um dos grandes desafios – e uma das grandes oportunidades – de boa parte dos empreendedores: a análise financeira e decisões assertivas tomadas com base em indicadores das empresas. 

Conhecer a realidade de um negócio e criar planejamentos estratégicos a curto, médio e longo prazo pode parecer uma necessidade básica para quem gerencia uma empresa. No entanto, a verdade é que essas práticas podem se tornar  importantes diferenciais competitivos no mercado. 

Qualquer movimentação financeira ou ação tomada em cima desses fluxos resulta em uma consequência para o negócio. E saber analisar, controlar e tomar decisões com base nos indicadores promovidos por esses movimentos pode fazer toda a diferença no desenvolvimento de uma organização. É sobre isso que trataremos neste artigo. Para ficar por dentro de tudo o que é importante saber sobre análise financeira é só continuar com a gente!

O que é uma análise financeira?

Também conhecida como análise econômica, consiste no estudo sobre a capacidade da empresa em cumprir seu objetivo financeiro – ou seja, gerar lucro. Por meio da análise financeira é possível monitorar os resultados do negócio, além de prever o desenvolvimento ou não da organização. 

Com base nessa análise, os empreendedores podem identificar possíveis erros e até mesmo direcionar investimentos de forma mais assertiva e eficiente.  

Como é feita uma análise financeira?

A análise financeira de uma empresa é feita a partir de alguns passos principais: a extração e coleta de dados, que podem ser gerados a partir de uma plataforma de gestão financeira, por exemplo; o cruzamento desses dados com os objetivos do negócio; a criação de relatórios indicando o significado de cada indicador para o crescimento da empresa; e, por fim, a criação de estratégias e planos de ação em cima desses indicadores. 

Os principais atributos da análise financeira são o equilíbrio das finanças da empresa e os indicadores econômicos que demonstram a situação do negócio. Saiba o que cada um deles significa e como podem contribuir com o estudo financeiro da sua empresa. 

Como fazer uma análise financeira de uma empresa?

1. Identifique o equilíbrio financeiro da sua empresa

É o que vai demonstrar se a empresa é viável ou não, ou seja, se as receitas são superiores aos gastos. Para entender o equilíbrio financeiro é importante analisar os seguintes fatores:

Custo fixo

São os gastos que não sofrem alteração de acordo com o aumento ou diminuição do volume de produção e vendas. Segurança, limpeza, aluguel e outros gastos com a estrutura da organização fazem parte desse indicador. Apesar de serem valores que não mudam, é importante planejar ações para diminuí-los. 

Custo variável

Ao contrário do custo fixo, indica os gastos que podem mudar de acordo com o volume de produção e vendas. E, por isso, também podem alterar o valor dos produtos e serviços. A aquisição de matéria-prima, insumos, comissão e pagamento de fornecedores são alguns exemplos. 

Lucro Operacional

É a diferença entre as receitas e todos os gastos da empresa, incluindo custos fixos, variáveis, despesas e investimentos. A melhor forma de analisar o lucro operacional é a partir da Demonstração de Resultados do Exercício (DRE). 

Margem de contribuição

É o resultado da diferença entre as receitas e as despesas e custos variáveis. Contribui com a definição do ponto de equilíbrio, análise de viabilidade e lucratividade da empresa. Quanto maior é a margem de contribuição, melhor é a saúde financeira do negócio.

Preço de Vendas

É um valor determinante para a geração de lucro de uma empresa, então deve ser analisado e definido estrategicamente de acordo com fatores econômicos, como: competitividade, visão do consumidor, lucratividade, entre outros.

Faturamento periódico

Indica o volume de vendas de produtos ou serviços realizadas em determinado período. Com ele é possível compreender qual solução oferecida pela empresa é mais procurada, quando e por quanto é vendida.  

Fluxo de caixa

É a demonstração de todas as movimentações financeiras da empresa, que permite realizar a projeção estratégica de compras, vendas, negociações, investimentos e estrutura de custos fixos. É importante que o resultado dessa análise seja sempre positivo, a fim de garantir a saúde financeira do negócio.

Crescimento

É o indicador de análise financeira representado pelo resultado do patrimônio líquido, evolução do faturamento ou o aumento da estrutura empresarial. Aqui é importante não confundir o crescimento físico da empresa com o crescimento econômico. 

2. Monitore Indicadores Econômicos

O segundo fator mais importante para a análise financeira de uma empresa diz respeito à avaliação de indicadores responsáveis por apresentar a saúde econômica do negócio, avaliar resultados e comparar desempenhos em diferentes momentos, além de minimizar os impactos econômicos que podem, de alguma forma, prejudicar o desenvolvimento da organização. Conheça os principais: 

Índice de Rentabilidade e Lucratividade

Indica o quanto é necessário que a empresa venda para conseguir atingir um nível satisfatório de rentabilidade (ou seja, geração de lucro), relacionando as vendas realizadas com o lucro operacional do negócio. 

Índice de Liquidez

Esse indicador representa a capacidade de uma empresa em realizar o pagamento de todas as suas obrigações, desde os tributos até a folha de pagamento dos funcionários. A partir do índice de liquidez, obtido a partir do Balanço Patrimonial, é possível entender a saúde financeira da empresa em longo prazo. 

Índice de endividamento

É a relação do volume de dívidas e capital da empresa, que permite a percepção sobre o quanto a empresa está sendo financiada por capital terceiro ou próprio. Também permite identificar como as dívidas impactam na saúde financeira do negócio

Índice de prazo médio de pagamento

É a quantidade de tempo necessária para que a empresa possa cumprir todas as suas obrigações em relação aos pagamentos de dívidas e fornecedores. 

Índice de prazo médio de recebimento

Representa o número médio de dias que uma empresa precisa aguardar para receber todos os pagamentos referentes às vendas realizadas. 

Como a Celero pode te ajudar na análise financeira

Você já deve ter percebido que a análise financeira de uma empresa não é um processo fácil, mas extremamente necessário para avaliar, monitorar e conduzir a saúde financeira de um negócio. 

Por isso é tão importante contar com uma plataforma de gestão financeira que consiga automatizar os processos financeiros, proporcionando relatórios com dados claros e confiáveis para que você possa ter ainda mais tempo para focar nas atividades mais estratégicas da organização.  

Conheça a nossa ferramenta e tudo o que ela pode fazer para te ajudar a otimizar a análise do equilíbrio e indicadores financeiros do negócio, além da construção de planos de ação para o crescimento da empresa. 

Conclusão

Diariamente empreendedores são forçados a fecharem suas empresas por falta de organização e análise econômica do negócio. O que a gente mais quer é que você passe longe dessas estatísticas. A análise financeira é primordial não apenas para a sobrevivência da sua empresa, mas para orientar o crescimento e evolução da lucratividade. 
Inclua a análise financeira como prioridade da sua empresa e conte com a Celero para te apoiar nesse processo.

Celero

A Celero é uma empresa que ajuda pequenos & médios empreendedores a descomplicar a rotina do setor financeiro empresarial através de um software para gestão financeira fácil de usar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow Me