2ª parcela do 13º salário: tudo que você precisa saber

O ano de 2021 já está terminando e com a proximidade das festas de fim de ano, o 13º salário é um dos assuntos mais comentados entre os trabalhadores.

Talvez você já tenha realizado o pagamento do 13º dos seus colaboradores, ou pelo menos uma parte dele, já que a lei trabalhista permite que as empresas paguem o valor em até duas parcelas. 

Mesmo que agora você seja gestor ou empresário, provavelmente, um dia você recebeu o décimo terceiro e sabe que a maioria das pessoas fazem planos para a quantia. 

Esses planos vão desde viagens, compra de presentes, compras de materiais escolares ou até mesmo o pagamento de dívidas. 

Por isso é tão importante realizar o planejamento do pagamento das duas parcelas dentro do prazo imposto pela lei. 

Como já estamos em dezembro e o prazo para o pagamento da 1ª parcela foi até 30 de novembro, neste artigo listamos dicas para te ajudar a planejar o pagamento da 2ª  parcela. 

Quando é pago o 13º salário

O primeiro passo é entender que funcionários que prestam serviço em regime de carteira assinada têm direito ao recebimento do 13º salário.

Esse direito dos trabalhadores é garantido no Brasil pelo artigo 7º da Constituição desde 1988.

Ele é literalmente um salário extra e pode ser pago em duas parcelas. A primeira delas deve ser feita entre fevereiro e novembro, já a segunda até o dia 20 do mês de dezembro. 

Quando o empregador atrasa o pagamento da segunda parcela ou deixa de realizá-lo, ele está sujeito a pagar esse valor acrescido de multas e outros encargos trabalhistas. 

Sem falar, que existe o risco da empresa passar por ações trabalhistas, o que prejudica a aquisição de novos talentos e diminui as chances da empresa conseguir crédito bancário. 

Além de sair mais caro para empresa, como citado no início deste artigo, os planos dos funcionários também são prejudicados, o que leva a desmotivação da equipe. 

Por isso é tão importante realizar o planejamento adequado do pagamento da 2ª parcela do décimo terceiro. 

Faça o planejamento do pagamento da 2ª parcela do 13º salário

Como calcular o 13º salário

Talvez você não goste de cálculos, mas alguns são necessários para o seu planejamento, é o caso de calcular o valor de cada parcela do décimo. 

Ao realizar esse cálculo com antecedência é possível não ser pego de surpresa quando o mês de dezembro chega. 

Isso quer dizer que você vai ter em caixa a quantia necessária para pagar seus colaboradores, sem realizar empréstimos ou tirar dinheiro de contas pessoais, por exemplo.

O pagamento da parcela deve incluir também o pagamento de tributos, como: imposto de renda, INSS e FGTS

Ao calcular o valor de cada parcela e o pagamento desses tributos você consegue organizar as finanças da empresa e evitar um impacto financeiro prejudicial. 

O ideal é que você faça isso no início do ano, junto com o planejamento financeiro da empresa.

Mas fique calmo, caso ainda não tenha feito, você pode colocar em prática o que está aprendo neste artigo em 2022. 

Crie um calendário de pagamentos

Definir a data dos pagamentos vai te ajudar a organizar as retiradas do caixa da empresa. 

Assim você não retira uma quantia alta em uma única semana, o que pode prejudicar o pagamento de despesas fixas mensais. 

O ideal é que você separe o pagamento por setores, por exemplo:

  • Semana 1: RH
  • Semana 2: Comercial 
  • Semana 3: Administrativo
  • Semana 4: Marketing 

Organizando o pagamento em semanas diferentes, você faz retiradas menores a cada semana e pode acompanhar melhor as finanças. 

Sem falar que permite que você consiga entender para onde o dinheiro foi de maneira mais clara. 

Pois sabe que a cada semana tem um valor fixo para retirar dos lucros da empresa, até porque o décimo terceiro é proporcional ao salário de cada funcionário. 

O calendário te permite entender com antecedência quanto sua empresa precisa lucrar para cobrir os gastos com pagamento de décimo terceiro. 

Faça provisionamentos mensais

Caso este ano você não tenha planejado o pagamento do décimo terceiro com antecedência, uma dica valiosa para 2022 é realizar provisionamentos mensais. 

Agora você deve estar se perguntando o que é isso, não é mesmo

Provisionamento mensais são reservas que você faz mensalmente no valor de 1/12 do salário do funcionário. 

Por exemplo, você vai separar R$125,00 por mês para um funcionário que recebe um salário de R $1.500,00 mensais. 

Esse valor não vai ser descontado do salário e sim das reservas da empresa para pagamento. 

Também é importante não esquecer de acrescentar o valor dos encargos tributários que devem ser pagos com o décimo. 

Como a Celero pode ajudar no planejamento para o 13ª salário 

Utilizando o sistema da Celero, você pode programar tanto a data para o pagamento dos valores, como definir as quantias de reserva mensais para esse pagamento. 

Além disso, você também pode fazer a análise de relatórios que demonstram como está a saúde financeira da sua empresa. 

Ou seja, você pode analisar o impacto das retiradas que realiza, conferir se o planejamento financeiro está dentro da estimativa e checar se vai conseguir realizá-lo como deseja. 

Tudo te ajuda a garantir que o pagamento das parcelas do 13º salário sejam feitas sem problemas e dentro do prazo exigido pela lei.

Para acompanhar mais dicas de finanças para sua empresa é só acompanhar nosso blog. Toda semana você confere conteúdos exclusivos e educativos.

Gostou do artigo? Compartilhe com amigos ou nas suas redes sociais.

Isabela de Meneses

Analista de Conteúdo na Celero, graduada em Comunicação Social com Bacharelado em Jornalismo pela UFPI, especialista em Gestão de Marketing pela UP e apaixonada por estratégias de conteúdo digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow Me